Ir para o Topo

Você é educador ou educadora?

Sim

Não

Alto Contraste

A+ Aumentar Fonte

A- Diminuir Fonte

Acessibilidade

Navegue pelo Gibi

Ir para a página:


Acessibilidade:

Alto Contraste

A+ Aumentar Fonte

A- Diminuir Fonte

O Brasil de Tuhu

Capa

Capa do Gibi: Ministério da cultura e Wilson Sons apresentam: O Brasil de Tuhu. Roteiro: Arnaldo Branco; Ilustrações: Cora Ottoni, Marina Vasconcelos e Pedro Ryan.

#paracegover - Capa do Gibi O Brasil de Tuhu - Ministério da Cultura e Wilson Sons apresentam: O Brasil de Tuhu. Roteiro: Arnaldo Branco; Ilustrações: Cora Ottoni, Marina Vasconcelos e Pedro Ryan. Imagem da capa: Ilustração do Tuhu, jovem alto e magro carregando instrumentos diversos de sopro, percussão e corda nas costas e nas mãos o acordeom, caminhando por uma rua de pedrinhas com casas e árvores ao fundo. Ele sorri, canta e toca enquanto, Raul, o gato preguiçoso, dorme em cima do bumbo e Noêmia, a canarinha audaz, o observa pousada da corneta.

Página Dois

Ficha Técnica:

Realização: Baluarte Cultura

Direção de Relacionamento: Fabiana Costa

Direção de Criação e Planejamento: Paula Brandão

Direção de Produção: Paula Sued

Gestão de Produção: Mariana Rodrigues

Coordenação de Produção Executiva: Lívia Simas

Coordenação de Produção Administrativa: Jéssica Araújo

Coordenação Pedagógica: Carla Rincón

Supervisão: Copa Studio

Roteiro: Arnaldo Branco

Ilustração Quadrinho: Marina Vasconcelos

Ilustração Atividades: Pedro Ryan

Mantenedor: Ministério da Cultura, Governo Federal e Wilson Sons

Copatrocínio: Finep

Página Três

O Brasil de Tuhu é um programa que promove a educação musical no Brasil. Para homenagear um dos maiores entusiastas da questão, o maestro Heitor-Villa Lobos, escolhemos seu apelido de infância – Tuhu, uma referência ao barulho das locomotivas que ele tanto amava – para compor o nome do programa. Nossa inspiração vem de seu “Guia Prático”, um conjunto de cantigas populares rearranjadas pelo maestro nos anos 30.

Em 2009, o Brasil de Tuhu colocou o pé na estrada e não parou mais! Realizamos diversas ações presenciais e digitais com o intuito de contribuir para a ampliação da educação musical no país. Além deste Gibi, temos os Concertos Didáticos em escolas públicas, a Vivência Musical para educadores, o aplicativo Tuhu Musical com jogos educativos para crianças a partir de 4 anos, a Rádio Tuhu com podcasts temáticos, as Videoaulas com grandes instrumentistas, a Revista Tuhu onde debatemos importantes aspectos da educação musical, o CD Brasil de Tuhu – Volume 1 com cantigas selecionadas do Guia Prático e participação de convidados especiais, um Mapeamento nacional – com projetos, programas e instituições que compartilham do objetivo de ampliar a educação musical no país –, e a Guia Didática Brincando de Música com o Tuhu – uma ferramenta de apoio a educadores com referências de exercícios para a prática de musicalização em sala de aula.

Acesse o site e conheça todas as nossas ações: www.brasildetuhu.com.br

Para ficar por dentro das nossas novidades, curta a página no Facebook: www.facebook.com/brasildetuhu

Página Quatro

Logo O Brasil de Tuhu

#paracegover - Logo O Brasil de Tuhu

Página Cinco

Tirinha com ilustração colorida. Centro da cidade. Muito trânsito, prédios, uma praça ao centro com coreto, com chão de grama e grandes árvores e pessoas passeando. À esquerda longa fila para o teatro

"Na fila do teatro..."

#paracegover - Tirinha com ilustração colorida. Centro da cidade. Muito trânsito, prédios, uma praça ao centro com coreto, com chão de grama e grandes árvores e pessoas passeando. À esquerda longa fila para o teatro

Página Seis

A tirinha com ilustração colorida apresenta no quadro 1: diferentes pessoas impacientes na fila do lado de fora do teatro, enquanto muitos carros passam na rua.

#paracegover - A tirinha com ilustração colorida apresenta no quadro 1: diferentes pessoas impacientes na fila do lado de fora do teatro, enquanto muitos carros passam na rua.

Quadro 2: O vendedor de bala idoso de cabelos e bigode branco passa oferecendo docinhos para pessoas emburradas na fila do teatro. Quadro3: o vendedor de bala oferece seus docinhos diretamente a um homem emburrado, de terno e gravata, que fica imóvel e não responde ao vendedor.

"Esssscolhe a balinha!"

#paracegover - Quadro 2: O vendedor de bala idoso de cabelos e bigode branco passa oferecendo docinhos para pessoas emburradas na fila do teatro.

"Vai uma balinha chefia?"

#paracegover - Quadro3: o vendedor de bala oferece seus docinhos diretamente a um homem emburrado, de terno e gravata, que fica imóvel e não responde ao vendedor.

Página Sete

Quadro 1: O vendedor vai embora. Ele fala: ‘Não quer levar, não leva. Não precisa fingir que não me viu.’

"Não quer levar, não leva. Não precisa fingir que não me viu."

#paracegover - Quadro 1: O vendedor vai embora. Passando pela fila onde um homem está olhando o celular, o outro sem sorrisos vira o rosto para o lado e a senhora, última da fila está emburrada.

Quadro 2: O jovem flanelinha, usa camiseta branca, short azul, boné azul e branco e tem uma toalhinha cor de laranja pendurada no pescoço auxilia o motorista do carro vermelho a estacionar próximo ao teatro. Quadro 3 : O motorista abre a metade do vidro do seu carro e olha o flanelinha com irritação.

"DESFAZ, DESFAZ!"

#paracegover - Quadro 2: O jovem flanelinha, usa camiseta branca, short azul, boné azul e branco e tem uma toalhinha cor de laranja pendurada no pescoço, auxilia o motorista do carro vermelho a estacionar próximo ao teatro.

"Agora vem de frente!"

#paracegover - Quadro 3 : O motorista abre a metade do vidro do seu carro e olha o flanelinha com irritação.

Quadro 4: Artistas de rua posicionam sua bandeira na praça em frente ao teatro. Na cena uma jovem com cabelo ruivo comprido, roupa lilás, gravata borboleta e chapéu e um jovem moreno de cabelo curto marrom, blusa azul, suspensório e gravata borboleta vermelha em uma cadeira de rodas. Ambos sorrindo.

#paracegover - Quadro 4: Artistas de rua posicionam sua bandeira na praça em frente ao teatro. Na cena uma jovem com cabelo ruivo comprido, roupa lilás, gravata borboleta e chapéu e um jovem moreno de cabelo curto marrom, blusa azul, suspensório e gravata borboleta vermelha em uma cadeira de rodas. Ambos sorrindo.

Página Oito

Quadro 1: A jovem de mãos juntas olha esperançosa para a bandeira. Quadro 2: O jovem em cadeira de rodas olha para bandeira com expectativa de que seja um bom dia.

#paracegover - Quadro 1: A jovem de mãos juntas olha esperançosa para a bandeira.

#paracegover - Quadro 2: O jovem em cadeira de rodas olha para bandeira com expectativa de que seja um bom dia.

Quadro 3: Na praça em frente ao teatro abrem uma caixa com objetos de circo, como bolinhas, fitas coloridas, cartas de baralho.

#paracegover - Quadro 3: Na praça em frente ao teatro abrem uma caixa com objetos de circo, como bolinhas, fitas coloridas, cartas de baralho.

Quadro 4, a jovem convida uma senhora elegante e emburrada do outro lado da rua para ver a performance de malabarismo com bolinhas que seu amigo está apresentando, mas a senhora reage de forma rude!

"Ei!", diz a senhora.

#paracegover - Quadro 4, a jovem convida uma senhora elegante e emburrada do outro lado da rua para ver a performance de malabarismo com bolinhas que seu amigo está apresentando, mas a senhora reage de forma rude!

Página Nove

Quadro 1: A jovem apresenta seu número com suas fitas coloridas e o jovem faz malabarismo com suas três bolinhas na praça em frente ao teatro.

#paracegover - Quadro 1: A jovem apresenta seu número com suas fitas coloridas e o jovem faz malabarismo com suas três bolinhas na praça em frente ao teatro.

Quadro 2: as coisas dão errado e uma das bolinhas cai na cabeça do jovem.

"Ops, foi mal!"

#paracegover - Quadro 2: as coisas dão errado e uma das bolinhas cai na cabeça do jovem.

"Hehehe..."

#paracegover - Quadro 3: já a jovem se atrapalha e fica amarrada na própria fita colorida.

Quadro 4: O flanelinha ri e o senhor vendedor de balas aplaude: BRAVOOO!

"HA!HA!HA!", ri o flanelinha.

"Bravooo!", diz o senhor de balas do outro lado da rua.

#paracegover - Quadro 4: Da calçada do teatro o flanelinha ri tanto que uma lágrima escorre pelo canto do seu olho e o senhor vendedor de balas aplaude. Eles assistiam de longe a apresentação da menina e menino na praça.

Página Dez

Quadro 1: A jovem atravessa rua, embaralha algumas cartas de baralho em frente as pessoas na fila do teatro. Quadro 2: Com as cartas embaralhadas, ela as organiza como se fossem um leque e oferece para uma menina na fila.

#paracegover - Quadro 1: A jovem atravessa rua, embaralha algumas cartas de baralho em frente as pessoas na fila do teatro.

"Escolha uma carta, qualquer carta!"

#paracegover - Quadro 2: Com as cartas embaralhadas, ela as organiza como se fossem um leque e oferece para uma menina na fila.

Quadro 3: A menina com os olhos brilhando faz um movimento para pegá-la.

#paracegover - Quadro 3: A menina com os olhos brilhando faz um movimento para pegá-la.

"Vamos logo que a fila vai andar!", o pai diz apressado.

"Mas pai!", diz a criança curiosa para saber qual seria o truque apresentado pela jovem.

#paracegover - Quadro 4: O pai da menina a puxa pelo braço de volta e começa a seguir os passos na fila do teatro.

Página Onze

Quadro 1: A cena volta para o vendedor de balas rindo na fila do teatro, enquanto as pessoas permanecem entediadas na fila e o menino deseja bala.

"Hahaha!"

#paracegover - Quadro 1: A cena volta para o vendedor de balas rindo na fila do teatro, enquanto as pessoas permanecem entediadas na fila e o menino deseja bala.

Quadro 2: O flanelinha se assusta quando avista um segurança na esquina do teatro. Quadro 3: O flanelinha fecha os olhos para puxar todo o ar possível para o assobiar alto e  avisar ao vendedor de balas que o segurança com cara de bravo está se aproximando.

#paracegover - Quadro 2: O flanelinha se assusta quando avista um segurança na esquina do teatro.

#paracegover - Quadro 3: O flanelinha fecha os olhos para puxar todo o ar possível para o assobiar alto e avisar ao vendedor de balas que o segurança com cara de bravo está se aproximando.

Quadro 4: O flanelinha assobia muito alto. O vendedor de balas ouve de longe e as pessoas que estão na fila olham assustadas.

"F i i i i i i i i i i i uuuuuu u uu ! ! !"

#paracegover - Quadro 4: O flanelinha assobia muito alto. O vendedor de balas ouve de longe e as pessoas que estão na fila olham assustadas.

Página Doze

Quadro 1: O flanelinha continua assobiando. O vendedor de balas ouve o assobio e faz cara de assustado. As pessoas permanecem emburradas na fila do teatro. O segurança com cara de bravo corre pela calçada em direção ao vendedor de balas.

"F i i i i i i i i i i i uuuuuu u uu ! ! !"

#paracegover - Quadro 1: O flanelinha continua assobiando. O vendedor de balas ouve o assobio e faz cara de assustado. As pessoas permanecem emburradas na fila do teatro. O segurança com cara de bravo corre pela calçada em direção ao vendedor de balas.

Quadro 2 : O vendedor de balas tenta retirar os suspensórios que auxiliam a segurar a bandeja com seus doces. Quadro 3: O vendedor consegue retirar seus suspensórios sem deixar nenhuma bala cair no chão.

#paracegover - Quadro 2 : O vendedor de balas tenta retirar os suspensórios que auxiliam a segurar a bandeja com seus doces.

#paracegover - Quadro 3: O vendedor consegue retirar seus suspensórios sem deixar nenhuma bala cair no chão.

Quadro 4: Suando frio o vendedor consegue fechar sua bandeja de doces e transformar em uma pasta.

#paracegover - Quadro 4: Suando frio o vendedor consegue fechar sua bandeja de doces e transformar em uma pasta.

Página Treze

Quadro 1: O vendedor finge estar na fila do teatro entre outras pessoas para enganar o segurança.

#paracegover - Quadro 1: O vendedor finge estar na fila do teatro entre outras pessoas para enganar o segurança.

Quadro 2: pessoas na fila do teatro conversando. O vendedor olhando desconfiado para o segurança com cara de bravo que se aproxima.

"Ei!", diz o segurança se aproximando do vendedor de balas na fila do teatro.

#paracegover - Quadro 2: pessoas na fila do teatro conversando. O vendedor olhando desconfiado para o segurança com cara de bravo que se aproxima.

Página Quatorze

Quadro 1: O segurança se aproxima do vendedor na fila do teatro ainda gritando.

"Ei!"

#paracegover - Quadro 1: O segurança se aproxima do vendedor na fila do teatro ainda gritando.

Quadro 2: O segurança passa direto pelo vendedor, que fica surpreso e aliviado por não ter sido identificado entre o público que esperava na fila do teatro.

"Ei, vocês!"

#paracegover - Quadro 2: O segurança passa direto pelo vendedor, que fica surpreso e aliviado por não ter sido identificado entre o público que esperava na fila do teatro.

Quadro 3: O segurança vai até os jovens artistas de rua que apresentavam seus números circenses ali perto.

"Vocês não podem ficar aqui!!"

#paracegover - Quadro 3: O segurança vai até os jovens artistas de rua que apresentavam seus números circenses ali perto.

Página Quinze

Quadro 1: Os jovens olham entre si sem entender o motivo! Quadro 2: A jovem com mãos abertas acima dos ombros questiona o motivo.

#paracegover - Quadro 1: Os jovens olham entre si sem entender o motivo!

"E por que não?!"

#paracegover - Quadro 2: A jovem com mãos abertas acima dos ombros questiona o motivo.

Quadro 3: O segurança de óculos escuros, sobrancelhas levantadas e cara de bravo adverte. Quadro 4: O jovem artista responde serenamente.

"Vocês não tem autorização!"

#paracegover - Quadro 3: O segurança de óculos escuros, sobrancelhas levantadas e cara de bravo adverte.

"Nós temos autorização do povo."

#paracegover - Quadro 4: O jovem artista responde serenamente.

Quadro 5: Todas as pessoas na fila ficam caladas e com cara de desaprovação aos artistas. Os jovens ficam constrangidos. O segurança de braços cruzados esboça um sorriso de canto de boca e debochado.

"......."

#paracegover - Quadro 5: Todas as pessoas na fila ficam caladas e com cara de desaprovação aos artistas. Os jovens ficam constrangidos. O segurança de braços cruzados esboça um sorriso de canto de boca e debochado.

Página Dezesseis

Quadro 1: O artista de frente ao segurança explica pacientemente. Quadro 2: Chega mais um segurança que coloca a mão no ombro do segurança irritado e oferece apoio.

"Bom, não interessa. A rua é pública."

#paracegover - Quadro 1: O artista de frente ao segurança explica pacientemente.

#paracegover - Quadro 2: Chega mais um segurança que coloca a mão no ombro do segurança irritado e oferece apoio.

Quadro 3: os seguranças se olham. Quadro 4: a jovem artista responde de braços cruzados.

"Esses dois estão dando trabalho?", segurança recém chegado pergunta ao colega de trabalho.

#paracegover - Quadro 3: os seguranças se olham.

"Pode apostar que estamos!"

#paracegover - Quadro 4: a jovem artista responde de braços cruzados.

Página Dezessete

Em frente aos jovens artistas aparecem outros 9 seguranças de terno e gravata com cara de bravo e fazendo a mesma pergunta ao segurança de óculos escuros.

"Esses dois estão dando trabalho?"

#paracegover - Em frente aos jovens artistas aparecem outros 9 seguranças de terno e gravata com cara de bravo e fazendo a mesma pergunta ao segurança de óculos escuros.

Página Dezoito

Quadro 1: Os jovens artistas assustados se afastam da fila. Os seguranças esboçam um sorriso discreto. As pessoas na fila do teatro assistem.

#paracegover - Quadro 1: Os jovens artistas assustados se afastam da fila. Os seguranças esboçam um sorriso discreto. As pessoas na fila do teatro assistem.

Quadro 2: o público do teatro volta a reclamar da espera e demora na fila.

"E essa fila, hein..."

"Não tá andando..."

"Sem autorização não dá."

"Também, né..."

"É o trabalho deles."

#paracegover - Quadro 2: o público do teatro volta a reclamar da espera e demora na fila.

Quadro 3: o público do teatro reage com surpresa ao novo som que preenche o local.

"SSSHHHHHHHHHH! SSSHHHHHHHHH! SSSHHHHHHHHHH!"

#paracegover - Quadro 3: o público do teatro reage com surpresa ao novo som que preenche o local.

Página Dezenove

Quadro 1: o segurança com o dedo a frente da boca pede silêncio. Quadro 2: os jovens artistas observam da praça do outro lado da rua. As pessoas da fila olham com surpresa e estranhamento a atitude do segurança.

"SSSHHH!!!! Silêncio!", diz o segurança.

#paracegover - Quadro 1: o segurança com o dedo a frente da boca pede silêncio.

#paracegover - Quadro 2: os jovens artistas observam da praça do outro lado da rua. As pessoas da fila olham com surpresa e estranhamento a atitude do segurança.

Quadro 3: o público da fila e segurança olham na mesma direção com surpresa.

"TUUU-HUUUUUU!"

"SSSHHH!!!!"

#paracegover - Quadro 3: o público da fila e segurança olham na mesma direção com surpresa.

Página Vinte

Quadro 1: público da fila e segurança reagem com espanto novamente ao som que se repete.

"SSSHHHHHHHHH HHH! SSSHHHH H H H HH HHH! SSSHH HHHH HHHHHH!"

#paracegover - Quadro 1: público da fila e segurança reagem com espanto novamente ao som que se repete.

Quadro 2: o jovem instrumentista Tuhu atravessa a rua tocando seu violão e carregando todos os seus outros instrumentos nas costas, violoncelo, teclado, viola, trompa, chocalho. Seguido pela sagaz passarinha, Noêmia e pelo gato preguiçoso, Raul. As pessoas na fila observam ainda sem entender. Na fila, o público que aguarda para entrar no teatro olha com curiosidade e surpresa.

"SH HH HH! SILÊNCIO!"

#paracegover - Quadro 2: o jovem instrumentista Tuhu atravessa a rua tocando seu violão e carregando todos os seus outros instrumentos nas costas, violoncelo, teclado, viola, trompa, chocalho. Seguido pela sagaz passarinha, Noêmia e pelo gato preguiçoso, Raul. As pessoas na fila observam ainda sem entender. Na fila, o público que aguarda para entrar no teatro olha com curiosidade e surpresa.

Página Vinte e Um

Quadro 1: Público da fila e segurança de óculos escuros incrédulos observam Tuhu.

#paracegover - Quadro 1: Público da fila e segurança de óculos escuros incrédulos observam Tuhu.

Quadro 2: Tuhu, acompanhado por Noêmia e Raul, dança e canta no meio da rua. Da praça, os jovens artistas observam sorridentes. Da calçada do teatro, todos observam.

"TU U U - H UUUU U U U U !"

#paracegover - Quadro 2: Tuhu, acompanhado por Noêmia e Raul, dança e canta no meio da rua. Da praça, os jovens artistas observam sorridentes. Da calçada do teatro, todos observam.

Página Vinte e Dois

Quadro 1: Tuhu segura seu violão em uma das mãos e canta enquanto as pessoas o observam.

"Seu silêncio faz shhh, mas a tuba faz fum..."

#paracegover - Quadro 1: Tuhu segura seu violão em uma das mãos e canta enquanto as pessoas o observam.

Quadro 2: Raul, o gatinho brinca com as notas musicais.

#paracegover - Quadro 2: Raul, o gatinho brinca com as notas musicais.

#paracegover - Quadro 3: Noêmia, a passarinha, canta e dança com as notas musicais.

Página Vinte e Três

Tuhu de costas ao fundo toca seu violão, canta e dança. A plateia o admira.

"...minha viola é em “mi” mas o carro faz zum!"

#paracegover - Tuhu de costas ao fundo toca seu violão, canta e dança. A plateia o admira.

Os jovens artistas cantam e curtem junto.

#paracegover - Os jovens artistas cantam e curtem junto.

Tuhu abre os braços e sente a música e suas notas musicais coloridas. A menina sorri enquanto o observa.

#paracegover - Tuhu abre os braços e sente a música e suas notas musicais coloridas. A menina sorri enquanto o observa.

Página Vinte e Quatro

Quadro 1: Raul dorme em cima do muro. A menina vibra com o som da música de Tuhu. Noêmia pousa no ombro do pai, que emburrado observa a filha. Quadro 2: O pai emburrado tampa os ouvidos da menina. Noêmia observa assustada. A menina se assusta com a reação do pai.

#paracegover - Quadro 1: Raul dorme em cima do muro. A menina vibra com o som da música de Tuhu. Noêmia pousa no ombro do pai, que emburrado observa a filha.

#paracegover - Quadro 2: O pai emburrado tampa os ouvidos da menina. Noêmia observa assustada. A menina se assusta com a reação do pai.

Quadro 3: O pai continua cobrindo os ouvidos da filha. A menina fica chateada com reação do pai. Noêmia e Raul o observam com irritação.

#paracegover - Quadro 3: O pai continua cobrindo os ouvidos da filha. A menina fica chateada com reação do pai. Noêmia e Raul o observam com irritação.

Quadro 4: Noêmia, Raul e a menina olham para o pai irritados. O pai fica apreensivo com a reação de todos.

#paracegover - Quadro 4: Noêmia, Raul e a menina olham para o pai irritados. O pai fica apreensivo com a reação de todos.

Página Vinte e Cinco

Quadro 1: Tuhu atravessa a rua tocando seu violão. Da calçada do teatro o público e o segurança observam. Os artistas olham atentamente da praça.

#paracegover - Quadro 1: Tuhu atravessa a rua tocando seu violão. Da calçada do teatro o público e o segurança observam. Os artistas olham atentamente da praça.

Quadro 2: Tuhu se aproxima dos jovens artistas de rua. Quadro 3: De braços para alto Tuhu pergunta.

#paracegover - Quadro 2: Tuhu se aproxima dos jovens artistas de rua.

"Me acompanham?"

#paracegover - Quadro 3: De braços para alto Tuhu pergunta.

Página Vinte e Seis

Quadro 1: Os jovens artistas se olham confusos. Quadro 2: O jovem artista em cadeiras de rodas olha tristonho. A jovem artista responde com as mãos levantadas acima dos ombros.

#paracegover - Quadro 1: Os jovens artistas se olham confusos.

"Não temos instrumentos!", responde a jovem.

#paracegover - Quadro 2: O jovem artista em cadeiras de rodas olha tristonho. A jovem artista responde com as mãos levantadas acima dos ombros.

Quadro 3: Tuhu olha para bandeira dos artistas e estica a mão para pegá-la. Quadro 4: Tuhu pega a bandeira dos artistas. Quadro 5: Tuhu pega a bandeira dos artistas.

"Não seja por isso!"

#paracegover - Quadro 3: Tuhu olha para bandeira dos artistas e estica a mão para pegá-la.

#paracegover - Quadro 4: Tuhu pega a bandeira dos artistas.

#paracegover - Quadro 5: Tuhu pega a bandeira dos artistas.

Quadro 6: Sentado no chão gramado da praça, Tuhu estica o arame e olha para a bandeira e para o pedaço de madeira no chão.

"Um pedaço de arame..."

#paracegover - Quadro 6: Sentado no chão gramado da praça, Tuhu estica o arame e olha para a bandeira e para o pedaço de madeira no chão.

Página Vinte e Sete

Quadro 1: Tuhu olha para baixo e amarra dois pedaços de arame com as mãos.

"...Amarrado em um pedaço de pau..."

#paracegover - Quadro 1: Tuhu olha para baixo e amarra dois pedaços de arame com as mãos.

Quadro 2: Tuhu olha para cima e  exibe o berimbau que acabou de construir.

"...Berimbau!"

#paracegover - Quadro 2: Tuhu olha para cima e exibe o berimbau que acabou de construir.

Página Vinte e Oito

Quadro 1: Noêmia entrega o pandeiro ao jovem artista. A jovem artista testa suas habilidades tocando berimbau.

#paracegover - Quadro 1: Noêmia entrega o pandeiro ao jovem artista. A jovem artista testa suas habilidades tocando berimbau.

Quadro 2: O grupo canta e toca: Brasil pandeiro! Padrão brasileiro!

“TEEIN TEEIN”, é o som que sai do berimbau da jovem artista.

"Brasil pandeiro! Padrão brasileiro!", canta Tuhu.

#paracegover - Quadro 2: Na praça, em frente ao coreto e com grandes árvores ao fundo, Tuhu canta e toca seu violão, o jovem artista toca o pandeiro e a jovem o berimbau, enquanto Noêmia e Raul os acompanham.

Página Vinte e Nove

Quadro 1: O vendedor de doces e o flanelinha dançam ao som do grupo. Quadro 2: Tuhu sorridente coloca suas mãos sobre os ombros do flanelinha e vendedor que reagem com surpresa ao convite.

#paracegover - Quadro 1: O vendedor de doces e o flanelinha dançam ao som do grupo.

"E vocês? Não vão tocar nada?"

#paracegover - Quadro 2: Tuhu sorridente coloca suas mãos sobre os ombros do flanelinha e vendedor que reagem com surpresa ao convite.

Quadro 3: Da calçada do teatro todos ouvem a música, sorriem e observam o que acontece na praça.

#paracegover - Quadro 3: Da calçada do teatro todos ouvem a música, sorriem e observam o que acontece na praça.

Quadro 4: O vendedor levanta sua maleta e a chocalha para tirar som “CHACA CHACA TCHUF TCHUF”. O flanelinha bate suas mãos no próprio peito para emitir novos sons.

#paracegover - Quadro 4: O vendedor levanta sua maleta e a chocalha para tirar som “CHACA CHACA TCHUF TCHUF”. O flanelinha bate suas mãos no próprio peito para emitir novos sons.

Página Trinta

Quadro 2: o gato, Raul, ouve os sons de olhos fechados. Quadro 1: flanelinha bate as mãos no próprio peito para fazer diferentes sons. Quadro 3: a elegante senhora de mãos atadas sorri enquanto observa e ouve a música.

#paracegover - Quadro 1: flanelinha bate as mãos no próprio peito para fazer diferentes sons.

#paracegover - Quadro 2: o gato, Raul, ouve os sons de olhos fechados.

#paracegover - Quadro 3: a elegante senhora de mãos atadas sorri enquanto observa e ouve a música.

Quadro 4: a jovem artista toca o berimbau feliz com os sons que está descobrindo. Quadro 5: Tuhu toca seu violão sorridente. Quadro 6: o jovem artista toca o pandeiro feliz.

#paracegover - Quadro 4: a jovem artista toca o berimbau feliz com os sons que está descobrindo.

#paracegover - Quadro 5: Tuhu toca seu violão sorridente.

#paracegover - Quadro 6: o jovem artista toca o pandeiro feliz.

Quadro 7: o senhor sorridente dança com a mão para o alto. Quadro 8: Noêmia pia para completar o mix de sons. Quadro 9: O vendedor de balas abre novamente sua maleta e ouve todos os sons.

#paracegover - Quadro 7: o senhor sorridente dança com a mão para o alto.

#paracegover - Quadro 8: Noêmia pia para completar o mix de sons.

#paracegover - Quadro 9: O vendedor de balas abre novamente sua maleta e ouve todos os sons.

Página Trinta e Um

Quadro 1: O pai e a menina da fila observam a movimentação de longe acompanhados de Raul, que está no muro ao lado da menina e Noêmia, que está pousada no ombro do pai. Quadro 2: O pai observa a alegria da menina que sorri ao olhar apresentação musical que acontece na praça. Noêmia pousada no ombro do pai o observa.

#paracegover - Quadro 1: O pai e a menina da fila observam a movimentação de longe acompanhados de Raul, que está no muro ao lado da menina e Noêmia, que está pousada no ombro do pai.

#paracegover - Quadro 2: O pai observa a alegria da menina que sorri ao olhar apresentação musical que acontece na praça. Noêmia pousada no ombro do pai o observa.

Quadro 3: Noêmia pousada no ombro do pai chama sua atenção para que observe sua filha. Quadro 4: a menina cai na cantoria. O pai a observa.

#paracegover - Quadro 3: Noêmia pousada no ombro do pai chama sua atenção para que observe sua filha.

#paracegover - Quadro 4: a menina cai na cantoria. O pai a observa.

Quadro 5: O pai se afasta da menina e caminha em direção ao  vendedor de balas. O vendedor de balas o olha sem entender o que ele deseja.

"Ei!", diz o pai da menina ao vendedor de balas.

"!?"

#paracegover - Quadro 5: O pai se afasta da menina e caminha em direção ao vendedor de balas. O vendedor de balas o olha sem entender o que ele deseja.

Página Trinta e Dois

Quadro 1: com o som da música que vem do outro lado da rua, o pai com dinheiro na mão aponta para o doce que deseja na maleta do vendedor de balas, que está novamente com seu suspensório e vendendo suas balas. Quadro 2: com o som da música ao fundo, o pai segura um saco de balas coloridas com discreto sorriso no rosto. Quadro 3: com som da música ao fundo, a menina que tem as mãos juntas a frente da boca, sorri e olha para o saco de balas coloridas que está a sua frente. Noêmia e Raul também observam a atitude do pai.

"Um saco de balas!"

#paracegover - Quadro 1: com o som da música que vem do outro lado da rua, o pai com dinheiro na mão aponta para o doce que deseja na maleta do vendedor de balas, que está novamente com seu suspensório e vendendo suas balas.

#paracegover - Quadro 2: com o som da música ao fundo, o pai segura um saco de balas coloridas com discreto sorriso no rosto.

#paracegover - Quadro 3: com som da música ao fundo, a menina que tem as mãos juntas a frente da boca, sorri e olha para o saco de balas coloridas que está a sua frente. Noêmia e Raul também observam a atitude do pai.

Quadro 4: com som da música ao fundo, a menina abraça Raul que a olha assustado. Noêmia dança no ar. O pai sorridente balança o saco de balas coloridas que faz o som ‘SHIKTIK SHIKTIK’ e se diverte.

#paracegover - Quadro 4: com som da música ao fundo, a menina abraça Raul que a olha assustado. Noêmia dança no ar. O pai sorridente balança o saco de balas coloridas que faz o som ‘SHIKTIK SHIKTIK’ e se diverte.

Página Trinta e Três

Quadro 1: Todos cantam e dançam com os instrumentos no meio da rua. Tuhu carrega seu violão e canta de braço para o alto. A jovem artista toca o berimbau. O jovem artista toca o pandeiro. O pai e a menina dançam e cantam. O vendedor de balas, Raul e o público que aguarda na fila do teatro observam da calçada. Noêmia ouve tudo feliz.

#paracegover - Quadro 1: Todos cantam e dançam com os instrumentos no meio da rua. Tuhu carrega seu violão e canta de braço para o alto. A jovem artista toca o berimbau. O jovem artista toca o pandeiro. O pai e a menina dançam e cantam. O vendedor de balas, Raul e o público que aguarda na fila do teatro observam da calçada. Noêmia ouve tudo feliz.

Quadro 2: Silhueta das atrizes e do ator que ouvem o barulho e espiam da janela do teatro.

"Que barulho é esse?", diz a atriz dentro do teatro.

"O que está acontecendo?", diz outra atriz que olha pela janela do teatro.

"Vamos lá fora!", fala o ator que também olha pela janela.

#paracegover - Quadro 2: Silhueta das atrizes e do ator que ouvem o barulho e espiam da janela do teatro.

Página Trinta e Quatro

Quadro 1: Elenco do espetáculo sai irritado do teatro. Atriz com vestido volumoso, salto alto e cabelo preso desce as escadas. Ator usando chapéu marrom, gravata, casaco e bigode olha desconfiado. Outro ator com calça, casaco e tapa olho, aparece irritado. Atriz de cabelos longos e vestido comprido parece indignada. Quadro 2: o ator de chapéu com olhar desconfiado aponta para o lado.

#paracegover - Quadro 1: Elenco do espetáculo sai irritado do teatro. Atriz com vestido volumoso, salto alto e cabelo preso desce as escadas. Ator usando chapéu marrom, gravata, casaco e bigode olha desconfiado. Outro ator com calça, casaco e tapa olho, aparece irritado. Atriz de cabelos longos e vestido comprido parece indignada.

"SHHHHH!!! Silêncio!"

#paracegover - Quadro 2: o ator de chapéu com olhar desconfiado aponta para o lado.

Página Trinta e Cinco

Quadro 1: Tuhu, os jovens artistas, o vendedor de balas e o flanelinha encaram os atores que os olham chateados com a situação.

#paracegover - Quadro 1: Tuhu, os jovens artistas, o vendedor de balas e o flanelinha encaram os atores que os olham chateados com a situação.

Quadro 2: Os atores irritados encaram Tuhu, os jovens artistas, o vendedor de balas e o flanelinha.

#paracegover - Quadro 2: Os atores irritados encaram Tuhu, os jovens artistas, o vendedor de balas e o flanelinha.

Página Trinta e Seis

Quadro 1: Tuhu e o ator que pedia silêncio se encaram, enquanto os outros os observam.

#paracegover - Quadro 1: Tuhu e o ator que pedia silêncio se encaram, enquanto os outros os observam.

Quadro 2: Enquanto Tuhu e o ator que pedia silêncio se encaram e os outros observavam, surge um som.

#paracegover - Quadro 2: Enquanto Tuhu e o ator que pedia silêncio se encaram e os outros observavam, surge um som.

Quadro 3: O som faz: shhhh...

"shhhh...", diz uma voz ao fundo.

#paracegover - Quadro 3: Todos olham curiosos ao redor para descobrir de onde está vindo esse novo som.

Quadro 4: Todos olham para a mesma direção.

"Seu silêncio faz shhhh...", repete a voz ao fundo.

#paracegover - Quadro 4: Todos olham para a mesma direção.

Página Trinta e Sete

Quadro 1: O segurança aparece contagiado pela música e continua cantando enquanto o público da fila e Tuhu o observam.

"...mas a tuba faz fum."

#paracegover - Quadro 1: O segurança aparece contagiado pela música e continua cantando enquanto o público da fila e Tuhu o observam.

Quadro 2: E Tuhu, Noêmia, Raul, os jovens artistas, o pai com a filha, o vendedor de balas e flanelinha se juntam ao segurança para cantarem e tocarem juntos.

#paracegover - Quadro 2: E Tuhu, Noêmia, Raul, os jovens artistas, o pai com a filha, o vendedor de balas e flanelinha se juntam ao segurança para cantarem e tocarem juntos.

Página Trinta e Oito

Quadro 1: Os atores continuam irritados e olham entre sim sem saber o que fazer.

#paracegover - Quadro 1: Os atores continuam irritados e olham entre sim sem saber o que fazer.

Quadro 2: Mas todos parecem se conectar com a música e suas notas musicais voadoras.

#paracegover - Quadro 2: Mas todos parecem se conectar com a música e suas notas musicais voadoras.

'...minha viola é em “mi” mas o carro faz zum!', canta o ator de chapéu.

"...minha viola é em “mi” mas o carro faz zum!"

#paracegover - Quadro 3: Os atores sorriem e começam a dançar. Cada um do seu jeito.

Página Trinta e Nove

Quadro 1: Um homem de colete verde toca um banjo. Quadro 2: Um menino com a mãe toca o triângulo. Quadro 3: Uma senhora pendura o tamborzinho no pescoço e segura as baquetas nas mãos. Quadro 4: O menino de blusa azul sacode os chocalhos coloridos.

#paracegover - Quadro 1: Um homem de colete verde toca um banjo.

#paracegover - Quadro 2: Um menino com a mãe toca o triângulo.

#paracegover - Quadro 3: Uma senhora pendura o tamborzinho no pescoço e segura as baquetas nas mãos.

#paracegover - Quadro 4: O menino de blusa azul sacode os chocalhos coloridos.

Quadro 5: Na praça, em frente ao coreto, Tuhu toca seu violão, a jovem artista toca o berimbau, o jovem artista toca o pandeiro, a menina dança de braços para cima e olhos fechados, Noêmia voa pelos ares e Raul ouve todos os sons atentamente.

#paracegover - Quadro 5: Na praça, em frente ao coreto, Tuhu toca seu violão, a jovem artista toca o berimbau, o jovem artista toca o pandeiro, a menina dança de braços para cima e olhos fechados, Noêmia voa pelos ares e Raul ouve todos os sons atentamente.

Página Quarenta

Quadro 1: As notas musicais se espalham por toda cidade. Contagiando todas as pessoas que estavam no teatro, na praça, ruas e prédios.

"A música transforma."

#paracegover - Quadro 1: As notas musicais se espalham por toda cidade. Contagiando todas as pessoas que estavam no teatro, na praça, ruas e prédios.

Página Quarenta e Um

Notas musicais coloridas

#paracegover - Notas musicais coloridas

Página Quarenta e Dois

Tuhu sorridente, Noêmia e Raul convidam você que leu nosso gibi a ganhar um brinde exclusivo do Brasil de Tuhu.

“Quer ganhar um brinde do Brasil de Tuhu?”

#paracegover - Tuhu sorridente, Noêmia e Raul convidam você que leu nosso gibi a ganhar um brinde exclusivo do Brasil de Tuhu.

É fácil! Entre em contato conosco e nos conte o que achou do Gibi – O Brasil de Tuhu.

site brasildetuhu.com.br/faleconosco/

e-mail brasildetuhu@baluartecultura.com.br

Não esqueça de nos dizer seu endereço para que possamos enviar o brinde!

Página Quarenta e Três

RÁDIO

REVISTA

APLICATIVO

VIDEOAULA

GUIA MUSICAL

MAPEAMENTO

CD

CONCERTOS DIDÁTICOS

VICÊNCIA MUSICAL

Acesse brasildetuhu.com.br/ e conheça!

Tuhu feliz com violão na mão

#paracegover - Tuhu feliz com violão na mão

Página Quarenta e Quatro

Contra-Capa Gibi

#paracegover - Contra- capa do gibi com ilustração uma rua de pedrinhas com casas e árvores ao fundo. Barra de logos do projeto: Lei de Incentivo à Cultura; Mantenedor: Wilson Sons; Copatrocínio: Finep e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – Brasil Governo Federal; Realização: Baluarte Cultura – Empresa B Certificada, Quarteto Radamés Gnattali, Ministério da Cultura – Brasil Governo Federal.

Faça Parte

Inscreva-se para ver primeiro todas as novidades do Brasil de Tuhu.

Mantenedora  

Realização